Diário da Uy

A hora de silenciar quando todos gritam

Esse ano eu tenho feito exercícios mentais que me estimulem sabe, eu venho tentando ser mais dinâmica, mais eficiente, mais proativa ( que não é necessariamente a mesma coisa ), e também coisas mais específicas como ser mais vaidosa, ser mais pontual, ser mais educada, ajudar mais em casa.

Coisas pequenas que juntas me tornam uma pessoa melhor, mais próximo do que eu quero pra mim de verdade.

Tem gente que sonha em ser presidente dos Estados Unidos, eu sonho em amadurecer constantemente, e ainda que eu pareça errada aos olhos alheios eu possa ter minha mente tranquila, limpa, de que tudo que eu fiz eu fiz ou escolhi por uma boa razão.

Eu tive uma adolescência tardia, então esse momento de amadurecimento é de suma importância.

Tento muito refletir sobre o que gosto, o que sou, e o que faço, desde pontos subjetivos e abstratos, como ideais e ideologias, até coisas práticas e factuais, como universidade, trabalho, rotina.

O principal agora é a rotina.

Porque eu pude evoluir bastante em diversos aspectos, não estou nem perto de ser uma pessoa admirável, mas eu venho vencendo minhas barreiras e tentando ser melhor.

Quais são as barreiras que te prendem ao passado? Que te impedem de superar limites reais? Muitas vezes deixamos de vencer por assumir que “somos o que somos e pronto, não dá pra mudar”, só que dá sim! Com certeza dá!

Não tenha medo de parecer bobo, se algo te atordoa mude, enfrente, fale, resolva, ou silencie em vez de repetir os gritos que todos repetem. Seja qual for sua solução, mas viva!

Amém?

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s