Pessoal/Motivacional

Pensei que haveria mais…

Sabe o que é câncer? Trocando em meados o câncer nada é mais do que quando nós mesmos produzimos células de maneira desordenada vindo a destruir inclusive as saudáveis.

Meu câncer é um tipo muito difícil de diagnosticar.Até onde eu saiba meu estado de saúde física está normalizado. Mas existem partes de mim se desenvolvendo desordenadamente contra mim mesma, me devorando e pondo em risco cada momento de saúde.

O nome da minha doença é distúrbio depressivo do humor.

Ela vem mudando meus dias por anos, minha relação com as pessoas que me cercam e com a realidade em que vivo.

Mas não é daí que vem meu câncer. Toda doença física e mental pode ser controlada com o uso de medicamentos. Quando não, vem a morte.

Eu por exemplo as vezes sinto que meu verdadeiro câncer, metaforicamente falando, não é no meu corpo, e não é meu transtorno mental. Mas meu medo.

Sabe aquela frase? “Doente mesmo é que sem acomoda”? Pois bem. Eu não sei sair da inércia provocada pelos meus medos.

Me doem tanto os momentos de alegre quando a gente sente aquela pontada de temor do amanhã. Se tudo for embora?

“Eu tenho medo de ser esquecido”, eu tenho medo de não saber fazer a minha vida valer a pena. Eu tenho medo de não ser capaz o suficiente de lidar com todas as coisas ruins que me surgem, mas também das coisas boas. Eu tenho medo de ser injusta com os que amo, e não ajudar suficientemente os que se quer conheço, porque amar os próximos é fácil. Eu tenho medo de não ser digna do amor, e do ombro amigo ofertado. Eu tenho medo de não realizar coisas.

Mas aprendi algumas coisas com pessoas que tem passado pela minha vida, como ter um posicionamento mais otimista, ou a viver um dia de cada vez.”Você não precisa realizar nada, apenas viver”, disse um louco amigo.

O que vem me martelando muito a mente foi o que outro ombro distante me disse sem nenhuma pretensão um dia:”as vezes eu acho que não vai sobrar graças pra mais ninguém tamanha a benção de Deus na minha vida”. Deus tem me cercado de amor desde o meu nascimento, tem me dado os altos e baixos certos para o meu crescimento espiritual, e eu não importo de ter que viver cada um desses momentos.

Hoje eu tomo posso que o Senhor Deus me liberta das amarras de todo qualquer mal, doença, câncer, medo, depressão, seja ele metafórico ou não. Porque Deus é o único Senhor dos meus dias. Que tem me aberto os olhos num misto de delicadeza e brutalidade com tamanha inteligência que minha mente não consegue acompanhar. E que é natural que eu sinta medo.

Mas hoje eu proclama em linhas abertas que o que não é natural é que eu deixe eles falarem por mim. E portanto de hoje em diante, eu, Uyara Vasconcelos. Serei a menina dos olhos dos meus pais, a menina dos olhos de Deus.

Eu vou ser feliz. Eu me farei feliz
Eu sou feliz.

IMG_0041

ps.: sentei aqui em prantos depois de um desses filmes carregados de clichês pra escrever um texto triste, mas provei a mim mesma que sou capaz de ter realmente me tornado uma pessoa melhor pelo desenrolar natural que esse texto acabou tomando, obrigada a todos que tiveram a paciência de ler até o final.

assuyara

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s